sábado, 17 de outubro de 2009

As Leis de Newton no dia-dia.

O físico inglês Issac Newton enunciou três leis que descrevem de forma satisfatória as causas dos movimentos. Essa parte da mecânica que se preocupa com as causa do movimento é conhecida como dinâmica.
Para Newton: "A chave para o entendimento dos diferentes tipos de movimentos que um corpo pode realizar está nas forças que atuam sobre ele".
As forças podem ser classificadas em forças de interação e força de contato. Mas a classe de força que nos interessa nesse estudo são as forças de contatos, que são forças que aparece quando há contato entre os corpos.
Exemplos:

                      
Ao chutar uma bola, o jogador exerce uma força sobre ela.
Ao abri a garrafa, aplica-se uma força para segurar e outra força para remover a tampa.
Uma pessoa aplicando uma força F para empurrar um carro.
  As leis de Newton.
Primeira lei de Newton:
A primeira lei de Newton é conhecida como lei da Inércia. E é apresentada pelo seguinte enunciado:
“Todo corpo continua em seu estado de repouso ou de movimento retilíneo uniforme, a menos que nele seja aplicado um conjunto de forças fazendo-o mudar seu estado inercial.”
Mas o que inércia?
Para Newton os corpos possuem uma propriedade de resistir a mudanças ao seu estado de movimento. Isso significa que os corpos resistem a mudanças de velocidade, e a essa propriedade dá se o nome de Inércia.
  • Se um corpo estiver em repouso, ele tende a continuar em repouso.
  • Se um corpo estiver em movimento retilíneo uniforme, ele tenderá a continuar em movimento.
Exemplos:


Os passageiros de um ônibus tende a continuar em movimento após o mesmo acionar os freios.
 
 
 
 
 
 

 
O mesmo acontece com o piloto de uma moto em movimento que freiando bruscamente.





Segunda lei de Newton:
Enunciado:
“Um corpo sob ação de uma força adquire uma aceleração”.
O valor da força que atua no corpo e diretamente proporcional á aceleração a que a ele produz.
Exemplos:

Uma mulher aplica uma força que produz uma aceleração proporcional a essa força para mover o carro.
A aceleração produzida aumenta quando adicionada ao sistema a força aplicada pelo garoto.

Terceira lei de Newton:
È a chamada leia da ação e reação.
Enunciado:
“Se um corpo A aplicar uma força sobre um corpo B, receberá deste uma força de mesma intensidade, mesma direção e sentido oposto à força que aplicou em B”.
Ao aplicarmos a terceira lei de Newton, não podemos esquecer que as forças de ação e reação:
• Estão associadas a uma única interação, ou seja, correspondem às forças trocadas entre apenas dois corpos;
• Têm sempre a mesma natureza (ambas de contato ou ambas de campo), logo, possuem o mesmo nome (o nome da interação);

• Atuam sempre em corpos diferentes, logo, não se anulam.
A lei da ação e reação pode ser observada em varias situaçoes da vida cotidiana.
Exemplos:


Quando uma pessoa caminha sobre uma superfície, ela é direcionada para frente graças à força que ela aplicou sobre o chão.



Um foguete para entrar em órbita aplica uma constante ação de forças, sobre o ar atmosférico, e em reação à esta força o foguete é impulsionado para cima. Note que quando já em órbita o foguete só necessita de propulsão para alterar sua rota, pois como prevê a 1º Lei de Newton o corpo irá permanecer em movimento, para mudar sua rota no espaço o foguete aplica uma força para o lado oposto que necessita ir, e pela 3º Lei de Newton é direcionado para o outro lado.

Muitas outras situações do nosso dia-dia descrevem não só a terceira lei de Newton, mas como também as demais leis da física. Fica a critério do aluno observar fenômeno do nosso cotidiano e descreve as aplicações das leis de Newton.

Referencias:
SAMPAIO, Jose Luiz e CALÇADA, Caem Sergio. Física: ensino médio Atual. Volume único. São Paulo: editora Atual, 2003.
LUZ, Antonio Maximo Ribeiro da e ALVARES, Beatriz Alvarenga. Física: De olho no mundo do trabalho. Volume único. São Paulo: editora Scipione, 2003.

21 comentários:

  1. gostei muito!!!! me ajudou demais !!!valeu :)

    ResponderExcluir
  2. Gostei do blog é bem esclarecedor e direto , parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Gostei mto, me ajudou bastante á fzr meu trabalho.
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero pode ajudar cada vez mais!

      Excluir
    2. mt obg me ajudou mt a estudar mas...ferro tenho prova amanha

      Excluir
  4. ajudou mto msm! vlw sua explicação ficou maravilhosa! parabénss :D

    ResponderExcluir
  5. Me ajudou demais no trabalho,
    muito obrigado :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosteiii ajudou msmuh!

      Excluir
    2. Esse é o nosso objetivo: ajudar vcs.

      Excluir
  6. obrigada ajudou bastante na realização do meu trabalho

    ResponderExcluir
  7. ajudou bastante tirou todas as minhas duvidas

    ResponderExcluir
  8. gostei muito , mas eu queria um pouco mais resumido rs

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigada! ajudou bastante no meu trabalho! Parabéns, você explica muito bem! adorei!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. valeu cabra bom esse site e rocheda demais gostei muito meu trabalho ficou rocheda !

    ResponderExcluir
  11. É muito bom! A explicação só que essa música atrapalha a concentração!Mais o conteúdo é excelente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Quanto a musica você pode clicar no pause para parar a musica se você quiser Kaliane.

      Excluir
  12. muito legal o seu blog e as músicas são bem legais.

    ResponderExcluir
  13. Uau, muito bom! Gostei muito. Amanhã tenho prova e esse blog vai me ajudar bastante a resolver a questão teórica.

    Sou da escola Denizard Rivail. 1 ano JM

    ResponderExcluir
  14. Nossa mi ajudou bastante No meu trabalho de Fisica.

    ResponderExcluir

DEIXE SUA OPINIÃO PARA QUE POSSAMOS MELHORAS AIN DA MAIS ESTE BLOG.

Radio Diferencial.

Livros Indicados Para Leitura:

  • Titulo: Os 10 mais belos Experimentos Cientificos. Autor: Robert P. Crease. Resumo: Em sua coluna na revista norte-americana 'Physics World', o filósofo e historiador da ciência Robert Crease fez uma votação entre seus leitores perguntando quais seriam os maiores experimentos do mundo. O resultado está nessa magnífica jornada, que percorre 2.500 anos de progresso na ciência, revelando os grandes experimentos que nos permitiram conhecer a realidade do nosso planeta. Ao longo do caminho vemos, entre outros, Eratóstenes, no século III a.C, medir pela primeira vez a circunferência da Terra. Encontramos Galileu Galilei calculando a velocidade de queda dos corpos. E conhecemos o pêndulo montado por Foucault, no século XIX.